Honestidade!

Certa vez Rui Barbosa escreveu: “De tanto ver triunfar as nulidades; de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça. De tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra e a ter vergonha de ser honesto.”

Louvor a Deus!

Nem sempre podemos entender os planos de Deus para nossas vidas, mas sempre podemos confiar em sua infinita misericórdia! Paulo deixa isso claro em Romanos 11: 33 a 36. Vamos ler: “Ó profundidade da riqueza da sabedoria e do conhecimento de Deus! Quão insondáveis são os seus juízos e inescrutáveis os seus caminhos!